Mini relato de prova: Naventura Garopaba 30Km

Olá amigos, antes de qualquer coisa peço perdão por ter deixado o blog jogado as moscas durante tanto tempo, a realidade é que estou sem tempo de escrever as postagens, por isso ao invés dos tradicionais longos relatos de prova, vou começar a fazer mini relatos.

E para iniciar pelo fim (ainda tenho 2 relatos antigos para serem publicados), segue o mini relato da prova da Naventura que ocorreu no dia 21/02/2016 em Garopaba SC.

Dunas do Siriú. Foto: Diego Denega

Dunas do Siriú. Foto: Diego Denega

Naventura Garopaba 30Km, o percurso: De início fiquei pouco chateado quando o percurso perdeu 200m de desnível positivo do divulgado inicialmente, mas durante a prova nem fez falta (ainda mais que eu não estava bem), a Naventura ofereceu um percurso desafiador com vários tipos de terrenos, o primeiro desafio foi o Morro do Silveira, que apesar de não apresentar elevada altimetria tinha uma boa inclinação o que não facilitou a vida dos atletas, o visual lá de cima é deslumbrante. Na sequência voltamos para a praia central, rodamos alguns kms e entramos em ruas e estradas da cidade, até que surgiu outro morro com boa inclinação e muito barro (choveu muito no dia anterior), meus tênis (e dos outros também) formaram uma pesada e escorregadia crosta de barro, descemos o morro e entramos em mais estradas e ruas.

Subindo o Morro da Silveira, créditos na foto.

Subindo o Morro da Silveira, créditos na foto.

Finalmente chegamos no morro mais alto da prova, 310m de altitude (lembrando que saímos do nível do mar, 0m), subidinha curta na quilometragem mas muito íngreme e demorada consequentemente, ofereceu uma das vistas mais bonitas da prova, na descida uma trilha escorregadia e bem técnica. Após alguns km correndo em ruas e estradas (ao lado da bela lagoa do Siriú) chegamos nas Dunas do Siriú, belíssimas, achei interessante que lá só se ouve o sopro do vento, nenhum outro tipo de som, o que gera uma paz e desespero ao mesmo tempo kkkk

IMG_20160521_113446_568

Vista do ponto mais alto da prova. Foto: Diego Denega

Creio que foram uns 3Km de dunas, após elas entramos numa pequena trilha de areia fofa ( bem tenso) e finalmente os 5Km finais na bela e quase deserta praia do Siriú. Tivemos algo entre  929m e 1129m (corri com 2 GPS´s) de desnível positivo, minha única ressalva no percurso foi a grande quantidade de ruas pavimentadas e estradas, mas entendo a complexidade de encaixar um percurso mais técnico dentro da de Garopaba, que é grande e tem atrações distantes uma da outra e a única forma de ligação são as ruas e estradas. Gostei muito do percurso, Nota 8,5! 

GaropabaLongoG

Percurso dos 30 Km, clique para ampliar.

Resumo da organização Naventura Garopaba 30Km: A organização foi de alto nível, até onde eu sei tudo correu como o planejado. Boa marcação, muitos staffs e pontos de abastecimentos (a maioria com hidratação gelada :), pós prova bem servido de hidratação, frutas e produtos de patrocinadores, além de massagistas (muito útil!!), a programação ocorreu de acordo com o divulgado, apenas adiantaram a premiação para liberar os atletas que iriam retornar as suas cidades no mesmo dia. Nota 10!

Quase no final da prova, no costão que separa a Praia do Siriú da Pria Central, nesse morrinho as câimbras voltaram. =/

Quase no final da prova, no costão que separa a Praia do Siriú da Pria Central, nesse morrinho as câimbras voltaram. =/ Créditos na foto.

Resumo da minha participação na Naventura Garopaba 30Km: Apenas mediano. Muito deu errado (culpa minha), vamos por partes: 1. Fiquei 3 semanas quase zerado de treinos de corrida (apenas deslocamentes curtos de bike) e zerado de treinos de altimetria. 2. Exagerei nas besteiras no dia anterior (e no café da manhã do hotel), como resultado tive que visitar a “casa azul” durante a prova, e o meu ritmo ficou bem lento até essa visita (mesmo assim, se eu tivesse correndo nos 7km teria ficado em terceiro geral), depois a moral caiu pois já estava bem atrás. 3. Noite de sono mal dormida e muito cansaço da viagem de Curitiba a Garopaba (chuva, neblina e congestionamentos). Da prova anterior (Caminho do Viamão 30Km) meu tempo aumentou 30m (O pessoal que fez as duas provas disse que o Viamão estava mais difícil). Nota 5 pro meu desempenho. 

Pós prova com massagem, rindo pra não chorar de dor, o Fernando mandou muito bem na massagem, depois dela encarava correr mais 30 kkkk Créditos na foto.

Pós prova com massagem, rindo pra não chorar de dor, o Fernando mandou muito bem na massagem, depois dela encarava correr mais 30 kkkk Créditos na foto.

Aproveito para parabenizar o meu pai André Luís que participou da prova correndo nos 14Km, sua segunda prova de corrida (a primeira foi os 7km do Caminho do Vimão semanas antes), e teve uma boa evolução! Parabéns pai!

Meu velho e eu depois dos perrengues dos 14 e 30 Km da prova.

Meu velho e eu depois de finalizarmos as nossas provas. Foto: Jéssika Denega

Agradeço ao meu staff principal formado pela minha esposa Jéssika (e a minha pequena Audrey), minha irmã Anabelle (que veio lá de Brasília para nos prestigiar), e a incansável Márcia esposa do meu pai que nos deram todo apoio nessa prova!! Obrigado meninas!

Agora é correr atrás do prejuízo, voltar a treinar com regularidade, maneirar na alimentação e continuar se divertindo nos treinos e provas.

Link para percurso no Strava: https://www.strava.com/activities/583715826

Link para percurso no Runtastic: https://www.runtastic.com/en/users/diego-denega/sport-sessions/1249570423

Tênis de corrida utilizado: Puma Faas 500 TR V2 Azul  (265km rodados), como acessório usei Salomon Trail Gaiters Low (polaina pra tênis) funcionou muito bem, não entrou nada de areia.

Link para fotos da prova pelo Esporte na Foto:

Link para a página da prova: http://www.naventura.com.br/Grpb/Aprsntc.html

Meu pai com um belo background capturado pela Simone Seguro.

Meu pai com um belo background capturado pela Simone Seguro.

Abraços e até a próxima!

 

Autor: Diego Denega

Compartilhar essa postagem

4 Comments

  1. Boa, garoto! É errando que se aprende! (E tô percebendo que vc tem certo carinho pelo banheiro químico das provas hein! Kkkk)

    Post a Reply
  2. Muito bom o relato! Me diga uma coisa guri, onde vc adquiriu essa “Salomon Trail Gaiters Low”, sou de Ctba, mas moro em Salvador, uma dessas ia me ajudar mt nos treinos!

    Abs

    Post a Reply
    • Olá Gustavo, comprei na loja da Salomon no Shopping Mueller (120,00), desculpe a demora na resposta. Bons treinos, abraços!

      Post a Reply
      • Obrigado pela resposta! Bons Treinos!

        Post a Reply

Digite seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *