Como visualizar ganho de elevação no Nike Plus (Altimetria no Nike+)

Atualizado em 01 de maio de 2017.

Finalmente atualizaram o Nike Plus para mostrar altimetria, porém como o gerenciador de corridas mais utilizado na atualidade é o Strava, talvez a dúvida seja como passar o treino do Nike Plus para o Strava, a resposta é bem simples, utilize esse site: https://nike.vinz.xyz/#/strava-auth você logo no Strava e depois no Plus, seleciona o treino e faz o upload pro Strava, simples assim.


Em 2013 quando comecei a treinar corrida no parque próximo a minha casa (Parque Bacacheri), instalei um app que achava muito legal e completo o Nike Plus (disponível pra iOS e Android), achava bem interessante poder correr escutando música pelo próprio app, ver o mapa da minha corrida após sincronizar no site,  e as minhas conquistas (km mais rápido, 5Km mais rápido, maior distância percorrida e por aí vai), até que um belo dia o app começou a travar, no meio da corrida eu perdia toda a minha atividade.

Com o App Of The Day conheci e instalei o Runtastic e o Nike Plus ficou obsoleto, paralelo a essa migração eu começava os treinos na montanha e descobri o que significava D+, D-, altimetria, um item que o Nike Plus ignorava por completo.

Passado pouco mais de 2 anos, comprei um relógio GPS que consegui em uma promoção da Nike Factory, o modelo é o Nike + Sportwatch GPS TomTom, e como o nome já indica, ele usa o Nike Plus para fazer a sincronização das atividades (para a nossa alegria…sqn), imaginei que após esse longo período os desenvolvedores da Nike já tivessem implementado o ganho de elevação em seu software, mas tudo continua na mesma, a única informação disponível é em um gráfico altimétrico, mas ainda sem a importante informação de ganho e perda de elevação, fundamental para quem corre montanha.

Gráfico de elevação do Nike Plus

Gráfico de elevação do Nike Plus

Passei quase uma hora pesquisando na Internet se era possível visualizar essa informação, e o que achei de mais interessante foram pessoas reclamando no FB do Nike Running que essa informação ainda não é disponível, a primeira reclamação aconteceu em março de 2013, e a resposta é que o feedback seria passado para time de desenvolvimento e que em breve seria implementado, várias outras reclamações e a mesma resposta, e nenhuma mudança, quem quiser ver e reclamar: https://www.facebook.com/nikerunning/posts/10151472917947976 para uma reclamação mais formal use esse link: http://gonike.me/618253oq

Enfim, a solução que encontrei para ter acesso ao ganho de elevação dos meus treinos foi a seguinte, exportar o treino do Nike + para um arquivo GPX e importar no Runtastic, siga os passos:

Download Workout GPX Nike +

Download Workouts GPX Nike +

1. Entre no site Nike + Data Exporter: https://nikeplusexporter.rhysmccaig.com/

2. Coloque seu nome de usuário e senha do Nike + (pode ficar tranquilo que o site não vai roubar os seus dados)

3. Selecione o(s) treino(s)  que deseja fazer download.

4. No final da tela selecione GPX e clique em Download Workouts.

5. Ele vai salvar um arquivo .zip (utilize o WinRar ou WinZip para descompactar.

Se você usa o Runstastic:

1. Acesse a sua conta no site Runtastic e selecione a opção “Add Workout”.

2. Vá em “Import Workout”.

3. Em Choose an option, selecione “GPX, TCX Choose file”.

4. Selecione o arquivo descompactado do seu Workout do Nike +.

5. Pronto, você terá o mapa, pace, distância, tempo, ganho de elevação e perda de elevação.

Ganho e perda de elevação no Runtastic.

Ganho e perda de elevação no Runtastic.

Se você quiser exportar para o Strava, Runkeeper ou mapmyrun, use o site: https://mattstuehler.com/lab/NikePlus/

Agora se você não quiser nenhum desses apps ainda existe a possibilidade de importar para Google Earth (que creio ser o mais preciso na altimetria), siga os passos:

1. Acesse o Google Earth, e vá no menu Arquivo, selecione Abrir.

2. No tipo de arquivo selecione gpx, loc, mps… vá até o local onde você exportou seu Workout Nike + e selecione o arquivo e clique em abrir.

GPX no Google Earth

Tela de seleção do GPX no Google Earth.

3. O Google Earth exibirá o mapa do seu percurso, logo em seguida vá no menu Editar e selecione “Mostrar perfil de elevação”.

Ganho e Perda de Elavação no Google Earth

A seta vermelha indica o ganha e perda de elevação do percurso.

Considerações finais: Utilizei o mesmo percurso\treino importado (GPX) no Runtastic e no Earth, como podem notar existe uma pequena diferença de altimetria  entre os dois, no Runtastic temos D+ 193m,  D- 204m e no Google Earth D+ 178M, D- 185m, nas outras medições que tenho nesse mesmo percurso a média fica em D+ 185m, eu particularmente confio mais no Google Earth (por ser uma plataforma dedicada a mapas e medições), mas ainda assim nada fora da normalidade, ou seja, dá para confiar nesses processos que citei acima.

Abraços e até a próxima! Bora correr moçada!!

Não resisti a piada:

Nike Plus - minus elevation gain

Nike Plus – minus elevation gain

Autor: Diego Denega

Compartilhar essa postagem

2 Comments

  1. Diego, você fazendo o download em *.gpx, conseguirá subir o arquivo em várias plataformas (eu já usei o Runtastic, Nike, Linha de Chegada, SpoQ, Garmim e por último o Strava).
    Essa última achei muito interessante, comecei à usar recente (inclusive fiz o upload de vários treinos passados), de nome STRAVA (https://www.strava.com/). Dê uma olhada, com certeza irá gostar, e tem muitas utilidades (além de comparar seus próprios treinos, também com seus amigos e demais pessoas, ou ver rotas, e por aí vai).

    Post a Reply
    • Obrigado pela dica Cesar, eu gosto bastante do Runtastic, mas para liberar mais funções tem fazer o Gold, paguei 25 dólares achando que fosse liberar sem prazo de tempo, mas dura apenas 1 ano (não vou renovar), vou experimentar o Strava, valeu! Abs!

      Post a Reply

Digite seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *