Arquivos Entrevistas - TrailRunning.NET | Corridas de Montanha | TrailRunning.NET | Corridas de Montanha
Entrevista com Mari Almeida
jul01

Entrevista com Mari Almeida

Olá amigos corredores, hoje como entrevistada do TrailRunningNet temos a  corredora Mari Almeida. Tive o prazer de conhece-la  no Corupá Extreme Marathon em fevereiro deste ano, e nessa era de redes sociais, acompanhei seu crescimento em corridas de montanha, fiz o convite para a entrevista, ela aceitou e aqui estamos! Mari Almeida iniciou no universo das corridas em 2012, natural da cidade de Cascavel no estado do Paraná, aos 13 anos mudou-se para a bela e simpática Jaraguá do Sul no estado de Santa Catarina onde reside desde então. Formada em Pedagogia, atua como coordenadora do setor de desenvolvimento em uma confecção, tem 2 filhos, um deles já contaminado pelo “vírus” da corrida.   No Corupá Extreme Marathon em fevereiro de 2014, corremos um trecho juntos e me lembro que você disse que aquela era sua primeira prova de Corrida na Montanha, quais foram as suas impressões sobre essa prova em particular? Verdade, Diego foi minha primeira corrida de montanha, mas em trilhas já sou antiga, já fiz muita trilha/trekking em montanha na região de Curitiba e  em 2013 fiz uma das trilhas Inca no Peru, foram 4 dias de trekking intenso, chegamos a  5 mil metros de altitude, muita chuva, frio, vento, neve, lama e muita adrenalina nos trechos mais complicados. Sobre a prova de Corupá posso te dizer sinceramente que foi ali que me apaixonei pelas corridas de  montanha. Prova intensa, pesada, mas deliciosa! Não tinha ideia do que ia encontrar pela frente. Fui com a cara ou pernas no caso  e a coragem,  muita confiança e incentivo dos amigos e treinadora  que ficaram as 4 horas que demorei pra fazer os 24km, me esperando ansiosos e preocupados pois viam os outros corredores chegar sujos, machucados, e eu não aparecia, quando apontei na ultima reta de asfalto estavam todos me esperando, fui muito emocionante, ali vi que tinha me superado  e confesso que chorei muito. Mas eu curti muito a prova, bati muitas fotos pelo caminho, fiz amigos, me diverti  muito. Foi cansativa, mas terminar esse tipo de prova bem é uma vitória  e a sensação de superação é indescritível e Subir ao pódio em 2º lugar na categoria então foi demais!! Desde Corupá a acompanho pelo Facebook e vejo que seu currículo de Trail Running aumentou, poderia nos destacar outras provas que participou? Sim, como disse me apaixonei e estou procurando essas provas pra participar. – Mountain da Praia do Rosa em maio 21Km. – Cross aqui em Jaraguá de 6Km. – Desafrio em Urubici em dupla subi os 27Km. E agora em julho a Maratona dos Perdidos 13Km. Esse ano você participou da Maratona de Santiago, como foi a...

Leia mais
A primeira vez na montanha…
maio04

A primeira vez na montanha…

Olá pessoal, Segue um breve relato do Rodrigo Sawaya sobre a experiência do seu primeiro treino de corrida na montanha. “Sou um praticamente semi-amador, corro uma média de 25km por semana em asfalto, e no sábado dia 03/05, o que era pra ser apenas uma aventura de 4km, se transformou em 16km. Terminei os primeiros 4km e senti que poderia ir mais longe, incentivado pelo meu amigo e “mentor” Diego encarei o percurso dos 13km. O início foi dificil, mas aos poucos você vai ganhando confiança e o desafio passa a ser uma questão de honra. A sensação de superação, o contato com a natureza, o prazer do exercício físico estão intimamente ligados a treinos como estes em montanha. O que pra mim era algo novo e difícil, agora é algo prazeroso e que vou buscar dar continuidade.” Rodrigo Sawaya...

Leia mais
Entrevista com Gisely Blanc, campeã dos 13K no Araçatuba Half Marathon
abr08

Entrevista com Gisely Blanc, campeã dos 13K no Araçatuba Half Marathon

    Olá pessoal, para inaugurar a nossa seção de entrevistas, convidamos a corredora Gisely que foi um dos destaques da prova do Araçatuba Half Marathon, campeã feminina dos 13K.      Gisely Blanc nasceu em Curitiba-PR,  tem 27 anos, Enfermeira e Mestre em Enfermagem pela UFPR, é corredora amadora a pouco mais de 1 ano. Olá Gisely, quando você começou a correr? A primeira vez que eu corri foi em 2006 apenas para a realização de um concurso público. Passei a correr efetivamente e em provas apenas em Fevereiro de 2013. Qual foi a sua motivação? A princípio a minha motivação foi o emagrecimento, estava com 8 kg a mais e um percentual de gordura alto. Também tive indicação médica, apresentava na época um diagnóstico de Depressão e realizava tratamento farmacológico. Quais foram as dificuldades no início? Primeiro a falta de condicionamento físico, correr mais que 2km era cansativo, sentia falta de ar,  e não era uma atividade que me proporcionava prazer.  Ainda, eu sentia muita preguiça, acordar 6:00 ou antes para correr? com o clima frio ou com chuva? achava um sacrifício, mas mesmo com preguiça eu insisti. Em Fevereiro de 2013 participei de uma corrida de rua, tive a primeira sensação de superação e me apaixonei pelo esporte. Você já se machucou? Em Setembro de 2013 tive diagnóstico de fratura por estresse na tíbia direita. Mas tenho consciência que a lesão foi resultado de excesso de treino, excesso de provas, falta de orientação profissional (nutrição e educador físico).  Eu estava tão empolgada que participei de 6 provas seguidas e aumentei o volume de corrida muito rápido. O que isso mudou em seu treinamento, qual a sua rotina atual de treino? Mudou tudo. Fiquei 1 mês sem nenhum tipo de atividade física e o meu retorno foi gradual. Atualmente eu treino em uma assessoria de corrida (4run Assessoria Esportiva), corro de 3 a 4 vezes por semana. A pouco tempo conheci o Grupo de Corrida de Montanha do Facebook e realizei alguns treinos específicos em Montanha, os quais me ajudaram muito. Também pratico musculação de 3 a 4 vezes por semana, o treinador Leandro Zampier organiza meus treinos visando fortalecimento e resistência para a prevenção de lesões.  Ainda, realizo acompanhamento nutricional com a atleta Larissa Cunha, tenho um plano alimentar e suplementação de acordo com os meus objetivos e treinos. E o Trail Running, como entrou em sua vida? Sempre gostei de natureza e de realizar trilhas, porém não tinha companhia. Então, vi que seria realizada em Julho/2013 uma corrida na Ilha do Mel, já gostava bastante do lugar e resolvi participar. Ao final da prova me...

Leia mais