A vestimenta do corredor de montanha

Olá amigos, o post de hoje traz um tema muito importante para quem está ingressando no mundo das corridas de montanha ou até mesmo corridas de rua. Antes de você iniciar a leitura tenha em mente que estou me referindo a minha experiência, isto não é uma receita de bolo universal, cada individuo deve vestir-se da maneira que for  mais confortável e conveniente.

Em minha primeira prova senti na pele os efeitos da vestimenta inadequada, participei de um cross country na região de São José de Pinhais na Colônia Murici, o percurso tinha 6K, mas foi o suficiente para criar uma bela bolha no calcanhar e me assar as virilhas, 3 meses depois participei da minha primeira prova de corrida de montanha e novamente uma bolha no calcanhar (dessa vez maior), além da tradicional assadura na virilha.

Já que a velha máxima que uma imagem vale mais do que mil palavras é verídica, a foto abaixo é dessa prova que ocorreu em abril de 2013.

Diego na prova da Colônia Murici em 20/04/2013

Diego na prova da Colônia Murici em 20/04/2013

 

 

Cabeça: Boné de algodão preto, óculos de sol preto

 

 

Peito: Camiseta de algodão

 

 

 

 

 

Pernas: Bermuda de praia com elástico na cintura.

 

 

 

Pés: Meia de algodão tradicional, tênis Olympikus running básico

 

 

 

Apesar de eu não ser um atleta profissional e ter pouca experiência, após algumas centenas de quilômetros rodados, se aprende alguma coisa, principalmente o que é, e o que não é confortável para sua corrida.

Começando pela cabeça! O boné preto não foi uma escolha uma feliz, uma que não estava um dia ensolarado, e mesmo que estivesse a cor preta não reflete o calor, e sim absorve, o que deixa a sua “cuca” quente e aumenta a transpiração. As viseiras são bons substitutos do boné, protegem dos raios solares e deixam a cabeça resfriada,  porém me incomoda a pressão que elas fazem na cabeça.

Uma boa opção são as bandanas feitas de poliéster, o material permite sua cabeça respirar e evita que o suor escorra nos olhos (Não incomodaria muito se fosse apenas suor, mas com filtro solar arde um pouco.). Já em relação ao óculos de sol considero item obrigatório para dias com muita luminosidade e corridas em trilhas fechadas, pois protegem os olhos em caso de galhos, insetos ou qualquer outra coisa que possa lhe ferir, caso seja uma prova noturna ou com pouca luz solar você pode utilizar um óculos com lentes amarelas ou transparentes.

Camiseta: A camiseta de algodão não é a mais adequada para a corrida, ela não permite uma boa troca de calor com o ambiente, o calor fica preso e com o suor ela enxarca ficando muito pesada, além disso o atrito com o corpo pode causar assaduras. O ideal são as camisetas de dry fit normalmente confeccionadas com tecidos como a poliamida e poliéster, são tecidos extremamente leves e que oferecem um bom nível de proteção solar

Bermuda: Esse item é muito importante, tenho a parte interna das coxas grandes, então no momento que estou correndo uma encosta na outra o que resulta em assaduras, essa foi a minha principal dificuldade no início das corridas, incomodava muito, ficava muito tempo sem treinar esperando a recuperação. Pesquisando na Web descobri a bermuda térmica, muito utilizada por jogadores de futebol, comprei uma, fiz alguns treinos curtos e tudo bem, até que fui fazer um percurso de montanha de 13K e acabei me assando novamente, incomodou muito durante a prova o que afetou seriamente meu desempenho.

A solução foi bem simples, utilizar uma bermuda de compressão, no início é estranho pois a bermuda fica muito justa no corpo (preconceito bobo já superado), porém nada impede de você colocar uma outra bermuda por cima, eu prefiro apenas a de compressão, pois outra por cima aumenta o peso e a temperatura , por ela ser muito justa,  protege do atrito entre as coxas e previne as assaduras, além disto a bermuda de compressão facilita o aquecimento muscular, ajuda na execução do movimento e diminui a vibração que o músculo sofreria, poupando energia do corredor e trazendo muito conforto.

E finalmente os pés, neste cross country corri com meias de algodão puro e acabei ficando com uma bolha em cada calcanhar, o mesmo principio da camiseta de algodão se aplica aqui, o tecido não respira, se enxarca e causa atrito excessivo entre pé, meia e tênis,  procure meias próprias para corrida, o material delas é composto, são anatômicas, arejadas e não possuem aquelas costuras que ficam incomodando na ponta dos dedos, na realidade são tão boas que passei a utiliza-las no meu dia a dia.

Em relação ao tênis trata-se de um assunto muito amplo e específico, mas em linhas gerais você deve observar qual será a utilização, existem vários modelos específicos para montanha, que variam de acordo com o tipo de terreno a ser enfrentado. Em minha primeira prova de montanha corri com um Asics Patriot 5, próprio para corrida de rua, o danado era branco (ainda tenho o tênis, mas não posso dizer que é branco.rs), até que o Asics não se saiu tão mal (talvez por eu ter caminhado a maior parte do percurso), mas ainda assim quando mudei para um modelo de montanha a diferença de aderência e tração foi brutal. Outro item a ser observado é a numeração do tênis, se for muito apertado machuca, se for muito folgado machuca, fique atento.

Tênis branco e corrida na montanha, combinação imperfeita.

Tênis branco e corrida na montanha, combinação imperfeita.

Resumindo, quer correr em montanha use: viseira ou bandana, óculos, camiseta dry fit, bermuda de compressão, meias e tênis próprios para corrida, você acha esses itens em qualquer loja de esportes, só pesquise bem os preços, pois eles variam muito de acordo com a marca e a loja.

Lembrando que essa é a minha receita, estou muito feliz com ela, não me machuco e tive um significativo aumento de desempenho em provas e treinos, espero que também lhe ajude!

Menos de um ano depois da prova de cross country, roupas confortáveis para a prova do Araçatuba Half Marathon.

Menos de um ano depois da prova de cross country, roupas confortáveis para a prova do Araçatuba Half Marathon.

Enjoy and keep running!

Abraços e até a próxima!

 

Autor: Diego Denega

Compartilhar essa postagem

2 Comments

  1. Ae Diego,

    Bem comum esse início. Ri muito na bermuda de praia. Eu comecei correndo com bermuda do surf. Hahahhaha

    Que diferença entre a foto do antes e depois. A roupa e o shape melhoraram muito. Parabéns

    Abs
    fabiojapa

    Post a Reply
    • Hehehe, valeu Japa! Tem fotos do seu início? Posta lá no blog também.

      Esqueci de colocar a luva na listagem, já estourei a mão duas vezes.

      Abs!

      Post a Reply

Digite seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *